sexta-feira, setembro 15, 2006



autobiografia animal


1. deixando passar

o polvo
cansa menos
se me movo

2. cadela mia: errata
(Com Marcos Prado)

cadela vira gata
alquimia
vira lata

3. nobreza

existe algo
na rua o cão manco
vira galgo

4. o melhor amigo

rua vazia
a sarna do cachorro
única alegria

5. ontem?

passo de lesma
parece que foi ontem
era ontem mesmo

6. é isso aí, bicho

fome canina
força de touro
sapiência girina

5 comentários:

Fraga disse...

Palminhas minhas procê.

Marilda disse...

Os curtos cairam muito bem em você.

roberto prado disse...

Fraga, como disse o Leminski:

a palmeira estremece
palmas pra ela
que ela merece

e como emendaram o Marcos e o Thadeu:

não têm valor
os valores que não valem vaias
não têm alma
as almas que não batem palmas

vamos aplaudir as vaias
salvas de palmas para as almas salvas
sonoras vaias
a quem não pode ir sem levá-las

Grade abraço!

roberto prado disse...

Marilda

os curtos circuitos
são um outro mesmo lado
da minha alminha

que bom que você aprovou o modelito!

Thiago Luz Raft disse...

Azar ou sorte, quebremos tudo, mesmo que curto, Afinal que pode fazer um menino nesse mundo cão?
Hã, nem preciso falar que gostei desse blog né?
Um abraço... Valeu a visita no meio desse mar...